A história do Instagram

A história do Instagram

Eddy
Eddy Instagram

Se tirasse uma foto há alguns anos, não havia muito que pudesse fazer com ela. A melhor coisa era colá-la num álbum de fotografias ou colocá-la num quadro. O mundo entretanto mudou bastante. Agora existem muitas coisas que pode fazer com uma foto. Muitas pessoas escolhem colocar as suas fotografias no Instagram. Esta rede social teve um crescimento impressionante nos últimos anos. Foi um crescimento tão evidente que chamou a atenção de outras empresas. Como era de esperar na altura, o Instagram foi comprado pelo Facebook.

O Instagram continuou a crescer sob a supervisão do Facebook. Este crescimento, na verdade, tem uma explicação lógica. O conceito, nomeadamente, é muito forte. Além disso, não é demasiado complexo, pelo que toda a gente consegue usar o Instagram. Por fim, está comprovado que é um canal de marketing ideal para as empresas e para os influenciadores. É extremamente simples passar uma mensagem no Instagram.

Mas, como foi que o Instagram chegou a ver a luz do dia? Quem foram os criadores do Instagram? E de que maneira esta rede social conseguiu este crescimento? Neste artigo, poderá ler tudo sobre a história do Instagram; uma história interessante e inspiradora.

Índice

A origem

Desde o surgimento da Internet, algumas redes sociais têm tido crescimentos incríveis. São exemplo disso Facebook, YouTube, Twitter, Pinterest e Soundcloud. De facto, para muitas pessoas, estas redes sociais fazem parte das necessidades básicas da vida. De qualquer forma, são já indispensáveis na sociedade. Isto também se aplica ao Instagram. Mas, como foi o Instagram inventado?

Para saber a origem do Instagram, não precisamos de recuar muito no tempo. Esta aplicação foi lançada a 6 de outubro de 2010, em São Francisco. Os fundadores foram Kevin Systrom e Mike Krieger. Estes dois senhores tinham uma certa linha de pensamento sobre como tirar e colocar fotografias. Eventualmente elaboraram a ideia até criarem um poderoso conceito, sob a forma do Instagram.

O lançamento do Instagram foi deveras um grande acontecimento. Os fundadores estavam verdadeiramente confiantes no seu conceito e ansiosos por partilhá-lo com o público. Aparentemente tinham razão, uma vez que o Instagram se tornou razoavelmente popular desde o início.

A ideia por detrás do Instagram

Na verdade, qual foi o raciocínio por detrás do Instagram? Se olharmos para as entrevistas de Kevin Systrom e Mike Krieger, veremos surgirem determinadas respostas. De facto, existem três razões principais para a génese do Instagram.

Em primeiro lugar, é importante compreender que o Instagram surgiu para resolver problemas. Kevin Systrom e Mike Krieger tinham sérias dificuldades quando tentavam enviar fotos aos amigos. Estes problemas incluíam o seguinte:

  • O envio de fotos aos amigos demorava muito tempo e era difícil.

  • A partilha de fotografias em diversas plataformas era difícil e demorava também muito tempo.

  • As fotos tiradas com os telemóveis da altura tinham pouquíssima qualidade.

Estas questões moldaram a base do Instagram. Esta rede social tornou a partilha de fotos com os amigos verdadeiramente fácil. Também é possível colocar as fotos em outras redes sociais diretamente do Instagram. Por fim, os filtros do Instagram asseguram que a qualidade das imagens melhora bastante.

Desde logo tornou-se evidente que os criadores não eram os únicos a ter estes problemas. Muitas pessoas mostravam-se realmente aborrecidas com as dificuldades no envio de fotografias aos seus amigos. Nos primeiros anos, o Instagram tornou-se assim imensamente popular Além disso, aconteceriam algumas coisas extraordinárias em breve. Quer saber mais sobre elas? Certifique-se que lê abaixo a parte sob o título “Os primeiros anos do Instagram”.

De onde vem o nome “Instagram”?

Quando se está a desenvolver um novo conceito, a escolha do nome certo é um processo difícil. O nome tem de satisfazer vários requisitos. Também é bom quando o nome de alguma forma se relaciona com o conceito em si. No caso do Instagram, é mesmo isto que acontece.

O nome “Instagram” é na realidade a fusão das palavras “instantâneo” e “telegrama” (ou, em inglês, “instant” e “telegram”). Com instantâneo a significar que é sempre possível colocar fotos diretamente. A verdade é que estamos quase sempre ligados à Internet. Além disso, os criadores compararam o envio de uma foto aos amigos a um telegrama. Antigamente, muitas das comunicações eram feitas através de telegramas. Hoje em dia, as comunicações muitas vezes são feitas através do Instagram. Assim temos um nome com lógica (e divertido) para esta rede social.

De acordo com algumas pessoas, a parte “instant” também se refere a uma máquina fotográfica. Em 1963 foram lançados pela Kodak os cartuchos Instamatic. Havia apenas uma forma de colocar estes cartuchos na máquina, pelo que deixou de haver problemas com a colocação dos rolos. Esse é de facto um dos objetivos do Instagram, melhorar a forma de utilização e tornar a colocação de fotos inegavelmente mais fácil. Assim sendo, é inteiramente possível que o Instagram seja em parte assim chamado por esta mesma razão.

Os primeiros anos do Instagram

O lançamento de uma aplicação deste género é sempre um momento muito excitante. Muitos tentam, mas apenas alguns (como o Facebook e o Twitter) têm realmente sucesso. Como é que foi com o Instagram? Esta aplicação foi logo bem acolhida pelos utilizadores da Internet?

Inicialmente, os fundadores decidiram disponibilizar a aplicação apenas para iPads, iPhones e iPods. Por isso, apenas os donos destes dispositivos puderam usar o Instagram. Na altura, tornou-se imediatamente evidente que a aplicação era descarregada muitas vezes, mas ainda não era muito popular. Na verdade, tem sido um processo que tem vindo a melhorar ano após ano. Cada vez mais pessoas começaram a descarregar e a usar a aplicação. Após 2012 houve um gigantesco impulso, porque na altura a aplicação foi também lançada para os dispositivos Android. No primeiro dia, a aplicação foi logo descarregada mais de um milhão de vezes.

Em abril de 2012, o Instagram atingiu pela primeira vez o patamar dos 100 milhões de utilizadores ativos. Por aquela altura já havia um profundo interesse por parte do Facebook em adquirir o Instagram. Eventualmente conseguiram fazê-lo em abril de 2012. Pelo preço de mil milhões de dólares, o Facebook passou a ser o novo e orgulhoso dono desta rede social. Em breve tornou-se claro que tinha sido uma ótima aquisição por parte do Facebook.

Os números atuais

Por fim, gostaríamos de mostrar os números atuais. Estes números mostram quão incrivelmente grande e popular é o Instagram, hoje em dia. Os números mostrados abaixo referem-se ao ano de 2018:

Utilizadores do Instagram por país:

PaísNúmero de utilizadoresPenetração (proporção de utilizadores na população)
Portugal3,6 milhões34,90%
Alemanha19,6 milhões23,80%
Itália19,0 milhões32,10%
França16,1 milhões24,60%
Espanha15,2 milhões32,60%
Holanda6,0 milhões34,90%
 

Mundialmente:

  • Existe mais de 500 milhões de utilizadores ativos diariamente

  • Estes utilizadores colocam cerca de 100 milhões de fotografias ou vídeos todos os dias

  • De todos os utilizadores da Internet, 32% tem uma conta no Instagram; no caso dos adolescentes atinge os 72%

  • Em 2018, o Instagram verificou um crescimento, enquanto que o número de utilizadores do Facebook diminuiu